EXPOSIÇÃO - COMO ANIMAIS QUE INVADEM ROÇA

ANA MENDES (MA)

Data: 03 a 25/05
Local: Sesc Centro
Sinopse: Até o ano de 2014 pensava-se que os índios Akroá Gamella estavam extintos. Entretanto, pelo menos mil deles, vivem na baixada maranhense há séculos, marcando pegadas sob o mesmo caminho que seus antepassados. O que acontecia que ninguém os via? Tal quais outros povos do nordeste brasileiro, os Akroá Gamella foram vítimas de uma mistura compulsória. Chamados de camponeses ou caboclos pelos cientistas do século passado, os indígenas adotaram, então, o silêncio como uma maneira de continuar existindo enquanto um povo. Cultivaram festejos, rituais e crenças em segredo, e semearam a força para vencer a censura e finalmente declarar ao mundo: (re)existimos! A necessidade de delimitar o território foi o estopim da luta. E em 2017 sobreviveram a um brutal ataque, que deixou dois deles com as mãos decepadas por golpes de facão. A vida, entretanto, mais uma vez, brotou da dor. E dois anos depois do episódio, os sobreviventes estão dispostos finalmente, a contar a história que a História não conta. / Maranhão, Brasil.

ANA MENDES é cientista social, documentarista e comunicadora multimídia. Trabalha como freelancer para veículos da mídia independente brasileira – Amazônia Real, Agência Pública, Repórter Brasil, The Intercept, entre outros. Concomitante a isso faz mestrado em Ciências Sociais na Universidade Federal do Maranhão (UFMA), pesquisando o racismo contra o povo Akroá Gamella.

DISCUTINDO A CENA

As conversas estabelecidas após os espetáculos após os espetáculos – que já é prática do projeto traz nessa edição o encontro dos artistas dos espetáculos da programação com o MOVE – Rede de Artistas de Teatro de Porto Alegre, movimento de artistas, grupos, coletivos, técnicos, figurinistas, cenógrafos e agentes culturais da cidade para a afirmação da arte, do teatro, do encontro e de todas as suas potencialidades. Também, alguns espetáculos serão mediados por Valmir Santos (jornalista, crítico e pesquisador/SP) e Carlos Santos (jornalista e crítico/RS) que trarão possibilidades de diálogo e conexão entre artistas e plateias.

PROGRAMAÇÃO

Data: 03/05
Grupo Carmin/RN e MOVE – Rede de Artistas de Teatro de Porto Alegre
Local: Teatro Sesc Centro – após espetáculo A invenção do Nordeste

Data: 07/05
Cia dos Comuns/RJ e MOVE – Rede de Artistas de Teatro de Porto Alegre
Local: Teatro Sesc Centro – após espetáculo Traga-me a cabeça de Lima Barreto

Data: 09/05
1Comum Coletivo/RJ e MOVE – Rede de Artistas de Teatro de Porto Alegre
Local: Teatro Sesc Centro – após espetáculo Se eu fosse Iracema

Data: 11/05
Cia da Palavra/SP e MOVE – Rede de Artistas de Teatro de Porto Alegre
Local: Sala Álvaro Moreyra – após o espetáculo Hotel Mariana

Data: 12/05
Mandada Teatro/CE e MOVE – Rede de Artistas de Teatro de Porto Alegre
Local: Teatro Sesc Centro – após espetáculo Aquelas – uma dieta para caber no mundo

Data: 16/05
Cia Espaço em Branco/RS e Valmir Santos (SP)
Local: Institut-Goethe, após o espetáculo Tocar Paraíso.

Data: 17/05
Cia Casa Circo/AP e Valmir Santos (SP)
Local: Sala Álvaro Moreyra, após o espetáculo A mulher do fim do mundo.

Data: 18/05
Mediação de Valmir Santos (SP) – espetáculo Cérebro Coração/RJ
Local: Teatro Renascença, após o espetáculo.

Data: 19/05
elenco do Navalha na carne negra/SP e  MOVE – Rede de Artistas de Teatro de Porto Alegre
Mediação de Valmir Santos (SP)
Local: Sala Álvaro Moreyra, após o espetáculo.

Data: 23/05
La Mínima/SP e MOVE – Rede de Artistas de Teatro de Porto Alegre
Local: Teatro Renascença, após o espetáculo Os ordinários.

Data: 24/05
EqueméGosta/SP e MOVE – Rede de Artistas de Teatro de Porto Alegre
Local: Sala Álvaro Moreyra, após o espetáculo Isso é um negro?

Data: 24/05
Teatro Sarcáustico/RS e Carlinhos Santos (RS)
Local: Teatro Sesc Centro, após o espetáculo Nós por nós

MEDIAÇÃO - FEMI-CLOWN / CABARÉ SHOW

CABARÉ DAS RACHAS / DF

Recomendação etária: 16 anos
Envio de inscrição/manifestação de interesse para o e-mail: palcogiratoriosesc@sesc-rs.com.br

Data: 07 a 10/05
Local: Teatro de Arena
Horário: 14 às 18h

Sinopse: Mediações – Femi-Clown Cabaré-Show é uma ação multiplicadora de saberes em circo-teatro, que se dá a partir do encontro e das partilhas entre mulheres palhaças e suas criações. Palhaças, artistas de circo, da poesia, das culturas populares e de rua das cidades são convidadas a um encontro com o trio de palhaças do Cabaré das Rachas- DF para esta empreitada político-afetiva do humor e da palhaçaria de mulher. A missão: refletir, escutar, falar e tratar do empoderamento feminino na cena e das etapas de criação de um Cabaré de variedades, com linha dramatúrgica coletiva e feminista, com os números autorais das convidadas, os números coletivos inéditos e estruturada com a condução do trio Cabaré das Rachas. Mediações – Femi-Clown Cabaré-Show é o levante da força, da fúria e da graça das palhaças, num picadeiro feminista e sob a lona dos afetos.

O resultado desses encontros e diálogos acontecerá no dia 11/05 às 22h no saguão do Centro Municipal de Cultura.

Direção artístico-pedagógica: Ana Flavia Garcia. Assistência de Direção: Elisa Carneiro. Registro: Ana Luiza Bellacosta. Provocadoras em palhaçaria: Ana Flavia Garcia, Ana Luiza Bellacosta e Elisa Carneiro. Coordenação de Produção: Juliana Cury.

ENCONTROS E DIÁLOGOS

CHOCOBROTHERS (SP) E ASSOCIAÇÃO DE CIRCO DO RS

Data: 11/05
Local: Circo Híbrido
Horário: 19h

Sinopse: Momento de encontro que propõe discutir as diferentes linguagens desenvolvidas por artistas circenses pelo mundo, criando um paralelo com as inquietações dos circenses brasileiros. Através das experiências dos integrantes do Grupo Chocobrothers e da Associação de Circo do Rio Grande do Sul será aberto um diálogo à respeito de como a arte circense vem se comunicando com o seu público e também como os artistas circenses do Brasil vem se atualizando e se preparando para a superação constante da sua arte.

 

Data: 12/05
Local:
Parque da Redenção

Horário: 16h

Sinopse: Espaço de celebração e socialização entre os integrantes do grupo Chocobrother e a Associação de Circo do Rio Grande do Sul. Os encontros semanais de circo fazem parte da cultura circenses ao redor do mundo e este evento tem por objetivo fortalecer os laços da comunidade circense e do compartilhamento de experiências.

CONVERSAS

MULHERES – COMO CABER NO MUNDO

Manada de Teatro (CE) e Mulheres Mirabal (RS)

Data: 11/05
Local: Casa de Referencia Mulheres Mirabal – Rua Souza Reis, 132
Horário: 15h

 

O QUE NOS APROXIMA

MOVE – Rede de Artistas de Teatro de Porto Alegre e Casa de Zoé (RN)

Data: 14/05
Local: Teatro Bruno Kiefer
Horário: 16h

 

ARTICULAÇÕES PARA A SOBREVIVÊNCIA

MOVE – Rede de Artistas de Teatro de Porto Alegre e Casa de Zoé (RN)

Data: 15/05
Local: Teatro Sesc Centro
Horário: 19h

 

CURADORIA E O OLHAR NA CENA

Carlinhos Santos, Paulo Amaral, Simone Luz Constante

Data: 25/05
Local: Saguão do Centro Municipal de Cultura
Horário: 19h

SEMINÁRIO PALCO GIRATÓRIO

ENCONTROS estÉTICOS: CORPOS EM ALIANÇA E REDES FESTIVAS

Data: 20 a 24/05
Local: Teatro de Arena
Horário: 14 às 17h
Inscrições: através do e-mail palcogiratoriosesc@sesc-rs.com.br

Em seu quarto ano de existência, o Seminário Palco Giratório no RS, promovido em parceria com o Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas da UFRGS, se afirma como um espaço de encontro e reflexão sobre questões fundamentais de nosso tempo, articulando práticas cênicas com discussões, conceitos e teorias de outros campos do saber, enfocando a dimensão política e social do fazer artístico.

Em 2019, frente ao agravamento de ameaças à conquistas importantes de movimentos sociais, culturais, educacionais e artísticos, o Seminário se propõe como celebração de encontros, de corpos em aliança, da festa, dos cruzamentos de saberes e pessoas, da arte, da cena. Da vida que insiste em continuar. Na maré de lama que nos assola, manter a alegria constitui um desafio – alegria como o que nos permite seguir, na luta e na arte, com o outro, pelo outro, junto ao outro; como potência de vida, como desobediência ao desânimo. Alegria da criação, do coletivo que pulsa, do protesto, do carnaval, da festa, das ruas, do amor, da arte, do improvável que sobrevive em meio à pretensa seriedade do poder. Perceber e fortalecer nossas alianças, redes, encontros, voar na queda, escutar, insistir, desviar, inventar. Aprender com outros imaginários, buscar descolonizar nosso pensamento, burlar a programação esperada. Pensar junto, com o corpo, com o outro, imaginar outras possibilidades, reconstruir-nos, compondo alianças e redes que nos fortaleçam.

Conceito e mediação: Patrícia Fagundes* (RS)

*Encenadora e professora no Dept. de Arte Dramática e no programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da UFRGS, onde coordena a pesquisa Práticas de Encontro: o Político na Cena Contemporânea. Doutora em Ciencias del Espectáculo pela Universidad Carlos III de Madrid. Mestre em Direção Teatral pela Middlesex University de Londres. 

 

PROGRAMAÇÃO

20/05 – Imaginários desviantes
José Carlos Dos Anjos (RS) e Veronica Fabrini (SP)

21/05  – Outras narrativas. Palavras na carne
Mel Duarte (SP) e Daniel Munduruku (SP)

22/05 – Encruzilhadas e transantopologia
Leda Martins (BH) e Atena Beauvoir (RS), participação especial do bailarino Rui Moreira

23/05 – Criação, gestão, produção. Desafiando a precariedade
Vicente Pereira Jr. (RJ), Luciana Paludo (RS)

24/05 – A alegria é uma arma quente
Miss G (PR), Sérgio Lulkin (RS), Thiago Pirajira (RS), participação especial do bloco Turucutá

PARA SE ENCONTRAR – PONTO DE ENCONTRO

Aos sábados (04, 11, 18 e 25/05) após os espetáculos no Centro Municipal de Cultura (Teatro Renascença e Sala Álvaro Moreyra) um DJ estará apresentando um repertório variado para receber o público do Festival, artistas, técnico, agentes culturais. Comemore conosco, viva o teatro!