Debates

Os debates com os realizadores dos filmes visam ampliar a discussão e aprofundar os conteúdos apresentados nas obras.
Serão realizados em formato virtual pelo youtube do Sesc/RS, conforme programação:

08/11/21 (segunda) - 20h

+

Realizadores: Marcela Schild (CORPO MUDO), Tatiana Sager (VISITA ÍNTIMA), Juarez Zamberlan (AMANHECENDO CICATRIZES), Pedro Mendes (AMARELO CÁRCERE) e Matheus Heinz (LACRIMOSA).

Mediação: Roger Lerina

ASSISTIR

 

MINIBIO PARTICIPANTES

MARCELA SCHILD – Roteirista e Diretora 
Jornalista e produtora audiovisual, começou a produzir documentários com temáticas femininas em 2018. Seu primeiro curta-metragem, “Que som tem a distância”, foi exibido em diversos festivais nacionais e internacionais, recebendo 7 prêmios. “Corpo Mudo” é o segundo documentário que dirigiu.

TATIANA SAGER    – Diretora e sócia-diretora das produtoras Panda Filmes e Falange Produções. Jornalista, diretora e produtora cinematográfica. Entre outros trabalhos, dirigiu o longa-metragem Central – o Poder das Facções no Maior Presídio do Brasil, premiado internacionalmente e 3º documentário mais assistido no cinema brasileiro em 2017, a série de TV Retratos do Cárcere e os curtas-metragens Janete, Minha Vida Não é um Romance, O Poder Entre as Grades, Vidas em Risco, Violadas e Segregadas e Enjaulados.

JUAREZ ZAMBERLAN – Co-diretor
Bancário aposentado. Graduado em Direito (UNIJUI) e Jornalismo (UFSM). Sócio fundador e atual secretário geral do Movimento Pró-arte de Três Passos. Integra o Coletivo Organizador do Festival de Cinema de Três Passos. Co-organizador do livro Pandemia Literária – coletânea de textos sobre sentimentos no início da pandemia. Vereador em Três Passos (1996/2000). Produtor do longa Cine Globo – Uma Vida de Cinema (em processo de finalização).

PEDRO MENDES – Diretor, Roteirista, Diretor de Fotografia, Diretor de Arte e Editor
É cineasta, roteirista e artista visual. Graduado em Produção Audiovisual pela PUCRS/BR em 2017, atualmente está cursando o MA Filmmaking na London Film School/UK. Desde 2016, ele trabalha em diversas funções para conteúdos audiovisuais e filmes, no Brasil e Inglaterra. Trabalhou como crítico fílmico e colaborador da 365 Filmes.

MATHEUS HEINZ – Diretor 
É diretor, roteirista e animador de filmes, videoclipes e publicidade. Ultimamente tem trabalhado com animações cut-out, tendo colaborado com importantes nomes da cena artística, como Pabllo Vittar e marcas, como a revista de moda Vogue.

ROGER LERINA
Jornalista e crítico de cinema, integrante da Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema). Foi vice-presidente da Associação de Críticos de Cinema do Rio Grande do Sul (ACCIRS) entre 2008 e 2010 e presidente de 2010 a 2012. Editor do site Roger Lerina (rogerlerina.com), uma plataforma dedicada a notícias, artigos e vídeos sobre cinema, artes cênicas, música, artes visuais e eventos culturais. Sócio do Grupo Matinal Jornalismo, que reúne o site Roger Lerina, a newsletter Matinal, a revista digital Parêntese e o serviço de notícias por WhatsApp ZapMatinal. Curador dos projetos Meu Filme Favorito e Adaptação: Entre a Literatura e o Cinema, ambos realizados no Instituto Ling. Atua como repórter e crítico de cinema no Canal Brasil.

 

09/11/21 (terça) - 20h

+

Realizadores: Giordanna Forte (BAGO SUJO), Fausto Prado (LAÇOS DO OFÍCIO), Alexandre Derlam (UM PEDAL)
Mediação: Daniel Rodrigues

ASSISTIR

 

MINIBIO PARTICIPANTES

GIORDANNA FORTE – Diretora e Roteirista
Formada em direção cinematográfica pela escola de Cinema Darcy Ribeiro, estreia seu primeiro curta metragem depois de uma vasta experiência como atriz e 1a Assistente de Direção.

FAUSTO PRADO – Diretor e trilha sonora original
Dirigiu os documentários Cidade Baixa, Som e Boemia (2018) e Laços do Ofício (2019). Tem carreira como compositor, músico e produtor cultural. Prêmios Açorianos Melhor Compositor MPB/2006 e Melhor CD MPB/2009. Compositor vencedor de festivais , tem trabalhos publicitários e trilhas sonoras para filmes de diretores gaúchos com destaque para os curtas “Subsolo” de Jaime Lerner (Melhor Música no Festival de Gramado 2008) e “Armada” de Filipe Ferreira(Melhor Trilha Sonora Original no CINESERRA/2013).

ALEXANDRE DERLAM – Diretor, produtor e roteirista
É sócio-diretor da Prosa Filmes atuando como diretor, roteirista e produtor audiovisual. São mais de 25 anos com projetos e realizações no cinema, filmes publicitários, institucionais, corporativos e de conteúdo para a internet. Atuou por RBS TV, Estação Filmes e Cubo Filmes. Realizou três longas e cinco curtas selecionados e premiados em festivais no RS e Brasil. Exerce a docência desde 2019 como professor universitário do Curso de Produção Audiovisual Cinema e Vídeo da FSG de Caxias do Sul – RS.

DANIEL RODRIGUES
Jornalista natural de Porto Alegre, é crítico de cinema, radialista, escritor e blogueiro. É membro fundador da Associação de Críticos de Cinema do Rio Grande do Sul (ACCIRS). Coedita há 13 anos o blog cultural Clyblog (cly-blog.blogspot.com) e, desde 2017, apresenta o programa Música da Cabeça na Rádio Elétrica (radioeletrica.com). Participou dos júris da crítica do 49º Festival de Cinema de Gramado, do 1º Festival Cinema Negro em Ação (curtas-metragens) e do 4º Curta Caicó (categoria Sessão Especial). Também mediou debates no 14º Cine Esquema Novo. Como escritor, é autor do livro “Anarquia na passarela: a influência do movimento punk nas coleções de moda”, vencedor do Prêmio Açorianos de Literatura 2013, além de ter contos de sua autoria publicados em antologias.

10/11/21 (quarta) - 20h

+

Realizadores: Icaro Castello (TÁ FODA), Gabriela Lamas (EU NÃO SOU UM ROBÔ), Felipe Lesbick (NOITE MACABRA), Renata de Lélis (VÉRNIX), Calixto Bento  (FICA EM CASA, RAFAEL)

Mediação: Roger Lerina

ASSISTIR

 

MINIBIO PARTICIPANTES

ICARO CASTELLO – Co-Direção, Roteiro, Direção de Arte e Animação
Ilustrador, anima e escreve roteiros, possivelmente, de animação. Estudante de cinema, gosta de experimentar com as tecnologias e materiais digitais e tradicionais. É integrante do Coletivo Panelinha (@panelinha.prod).

GABRIELA LAMAS – Diretora, atriz, diretora de arte e roteirista
Graduada em Cinema e mestranda em Antropologia. É diretora e roteirista dos curtas “Sesmaria” (2015), “Demônios de Virgínia” (2017), e “Eu não sou um robô” (2021). Desde 2013 trabalhou em diversos projetos como diretora de arte.

RENATA DE LÉLIS – Direção e roteiro
É atriz-bailarina e diretora, mestra em Performance Artística Dança na FMH-UTL, Lisboa. É membro fundadora do Coletivo Habitantes e dirige o Coletivo Criação Kamikaze. Pesquisa a potência do corpo no audiovisual e nas artes performáticas.

CALIXTO BENTO (Wagner de Souza) – Diretor
Mineiro radicado em Santa Maria/RS. Artista atento às novas mídias, principalmente no audiovisual contemporâneo e em campo expandido. Doutorando em Artes Visuais na Universidade Federal de Santa Maria – UFSM. Iintegra o trio de videodança Cinelante e coordena o AVx e o Campus Open Mapping.

ROGER LERINA
Jornalista e crítico de cinema, integrante da Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema). Foi vice-presidente da Associação de Críticos de Cinema do Rio Grande do Sul (ACCIRS) entre 2008 e 2010 e presidente de 2010 a 2012. Editor do site Roger Lerina (rogerlerina.com), uma plataforma dedicada a notícias, artigos e vídeos sobre cinema, artes cênicas, música, artes visuais e eventos culturais. Sócio do Grupo Matinal Jornalismo, que reúne o site Roger Lerina, a newsletter Matinal, a revista digital Parêntese e o serviço de notícias por WhatsApp ZapMatinal. Curador dos projetos Meu Filme Favorito e Adaptação: Entre a Literatura e o Cinema, ambos realizados no Instituto Ling. Atua como repórter e crítico de cinema no Canal Brasil.

 

11/11/21 (quinta) - 20h

+

Realizadores: Fabrício Koltermann (LOVE DO AMOR), Alexandre Mattos (ALÉM DA FRONTEIRA), Gabriela Dullius (CACICUS)

Mediação: Sofia Ferreira

ASSISTIR

 

MINIBIO PARTICIPANTES

FABRÍCIO KOLTERMANN – Diretor, roteirista e montador.
Estudou cinema na Universidade Federal de Santa Catarina, mas antes, durante e depois, consolidou seu trabalho de diretor e montador no cinema autoral. Apaixonado por cinema e música, teve a oportunidade de dirigir e roteirizar mais de 15 videoclipes pra bandas de várias regiões do Brasil.

ALEXANDRE MATTOS – Direção, roteiro e atuação
Natural de Pelotas é  Membro-fundador da Moviola Filmes, é Membro do Macumba Lab.
Produziu, dirigiu e roteirizou os videoclipes “Por que não” e “Além do Tecido” do artista Mano Rick, “Sorriso de Moça” da Banda Quintal de Sinhá, e o audiovisual “Raízes e Coração” do cantor e compositor Eduardo Freda.

GABRIELA DULLIUS – Diretora, Produtora Executiva e Diretora de Produção
Hoje com 23 anos, Gabriela nasceu em Cruzeiro do Sul, no interior do Rio Grande do Sul. Desde pequena quis fazer cinema e em 2017 começou a estudar Produção em Mídia Audiovisual na Universidade de Santa Cruz do Sul e concluirá o curso em 2022. Já participou de diversas produções em diversas áreas do audiovisual, do cinema à publicidade. O filme “Cacicus” é sua estreia na direção, juntamente com seu companheiro, Bruno Cabral.

SOFIA FERREIRA
É diretora de projetos, licenciada em Artes Cênicas, especialista em Pedagogia da Arte(UFRGS) e Mestra em Educação (PUCRS), na linha de Teorias e Culturas da Educação. É vice-presidente do SIAV, Sindicato da Indústria do Audiovisual(2020/22), colaboradora administrativa do Coletivo Macumba LAB, membra suplente do Colegiado Setorial Audiovisual do RS e curadora do eixo Mercado & Conteúdos do Festival Cinema Negro em Ação. É sócia-fundadora da Reina Produções. Realiza em 2021, em parceria com a Gautiverse, o Fade to Black Festival, evento internacional para reconhecer e premiar narrativas audiovisuais criadas por pessoas negras; realiza também em parceria como Coletivo Macumba LAB, o Projeto Odilon Lopez-50 Anos, que celebra o legado do cineasta pioneiro. Atualmente desenvolve projetos na área cultural com enfoque audiovisual e educacional.

12/11/21 (sexta) - 20h

+

Realizadores: Neli Mombelli (QUANDO TE AVISTO), Aldo Ferreira (MINHA ALDEIA, MINHA VIDA – YVY POTY RÃ – UVA POVO’A KUERY),  Vhera Xunu (TEKO MBARAETE, FORTALECIMENTO DA VIDA)

Mediação: Raquel Kubeo

ASSISTIR

 

MINIBIO PARTICIPANTES

NELI MOMBELLI – Direção, Roteiro e Montagem
Documentarista, produtora cultural, professora universitária e oficineira de produção audiovisual pela TV OVO.

ALDO FERREIRA – Diretor
É cineasta e reside na Terra Indígena Mbyá-Guarani, Tekoà Koenju, localizada em São Miguel das Missões. Faz parte dos Coletivo Mbyá-Guarani de Cinema e Coletivo Ara Pyau de Cine.

VHERA XUNU – Diretor
É indígea Mbya Guarani e em 2016 foi convidado a fazer parte do grupo de Comunicadores Mirim da Comissão Yvyrupa, em que trabalhou durante três anos divulgando, fotografando e filmando eventos Guarani. Dirigiu e gravou os filmes “Perigo na Mata” (2016), “O despertar do divino Sol” (2019) e “Teko Mbaraete: o fortalecimento da vida” (2021). Foi o personagem principal e fotógrafo do filme “O Olhar de Xunu” (2021))

RAQUEL KUBEO
Graduada em pedagogia, e mestranda em Educação. Natural de Manaus-AM, mulher indígena ativista.