Domingo, 18 de Maio de 2017

Emoção e intensidade marcam espetáculos do Palco Giratório Sesc/POA deste final de semana

Programação segue até 28 de maio, em vários locais de Porto Alegre

Neste final de semana, entre os dias 19 e 21 de maio, o 12º Festival Palco Giratório Sesc/POA traz uma programação que desperta emoções e inspira reflexões. Entre os destaques, está “Salina (a última vértebra)”, do grupo Amok Teatro (RJ). Durante intensas 3h40min, a peça mergulha em uma África ancestral para contar a história de uma mulher oprimida, violentada e rejeitada. Através de elementos inspirados em tradições afro-brasileiras, como o congado e o candomblé, Salina aborda a complexidade humana e o drama feminino. O espetáculo recebeu indicações em várias categorias para os prêmios Shell, Cesgranrio, Questão de Crítica e Cenym. As apresentações ocorrem sábado e domingo (20 e 21/05), às 19h, no Teatro Renascença (Av. Érico Veríssimo, 307).


“Mamãe” também é uma montagem carregada em drama e reflexão, e ocorre nesta sexta e sábado (19 e 20/05), às 19h, no Teatro Sesc Centro (Av. Alberto Bins, 665). A peça foi inspirada em uma experiência real vivida pelo ator Alamo Facó: o falecimento repentino de sua mãe que sofria com câncer cerebral. Em cena, ele transforma em arte os sentimentos que envolveram esse momento de sua vida, trazendo a realidade de quem assiste e quem é assistido nesse momento doloroso.

 

Ambos espetáculos possuem ingressos por a partir de R$ 10 e podem ser adquiridos no Sesc Centro (Av. Alberto Bins, 665 – térreo), de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h45, e até às 15h para a apresentação do dia; nos sábados, a venda é das 8h às 13h. Ingressos para apresentação do dia podem ser adquiridos após as 15h e com disponibilidade, no local de cada apresentação uma hora antes do início do espetáculo.

 

Entrada franca – No domingo (21/05), ocorrem ainda dois teatros de rua, a peça “Ruina de Anjos”, do grupo baiano A Outra Companhia de Teatro, e “A dois passos”, do diretor russo Gennadi Bogdanov. A primeira ocorre às 18h, na saída do Teatro Sesc Centro; e a segunda será às 13h e às 15h, no Parque da Redenção. Confira a programação completa em https://www.sesc-rs.com.br/palcogiratorio/.

PALCO GIRATÓRIO – PROGRAMAÇÃO 19 a 21/05

 

A dois passos

Dir. Gennadi Bogdanov - BR / ITA

Teatro adulto / rua

Classificação etária: livre

Duração: 50 min

19/05 – Escola Mariano Beck – 16h – Exclusivo para alunos da escola

21/05 – Parque da Redenção – 13h e 15h – Entrada franca

Sinopse: Os afetos e ressentimentos de uma dupla de atores se acirram durante a derradeira apresentação. Sua longa relação, juntamente com uma falha no sistema de abertura da cortina, desencadeia uma série de situações que os coloca diante da iminência do fim.

 

Finita

Denise Stutz / RJ

Dança

Classificação etária: 12 anos

Duração: 45min

Data: 19/05

Local: Sala Álvaro Moreyra (Av. Erico Veríssimo, 307)

Horário: 19h

Ingressos: R$ 10 comerciários e dependentes com Cartão Sesc/Senac, estudantes, classe artística e maiores de 60 anos, R$ 15 empresários e dependentes com Cartão Sesc/Senac e R$ 20 público em geral.

Sinopse: Finita é um projeto que começou a ser pensado em 2010. O ponto de partida deste foi a doença da minha mãe e uma carta que encontrei dela para mim. Essa carta me trouxe a reflexão sobre o tempo, sobre o fim das coisas e então comecei a pensar como falar do que não existe mais. Qual a qualidade de um movimento que prenuncia a dança e que não dança mais que se dá a ver? Uma qualidade que não se mostra, sugere. Como construir a partir de uma brecha possível entre a presença e a ausência, entre o que ainda vive, mas já não existe mais.

 

Mamãe

Álamo Facó / RJ

Teatro adulto

Classificação etária: 12 anos

Duração: 70 min

Datas: 19 e 20/05

Local: Teatro Sesc Centro (Av. Alberto Bins, 665)

Horário: 19h

Ingressos: R$ 10 comerciários e dependentes com Cartão Sesc/Senac, estudantes, classe artística e maiores de 60 anos, R$ 15 empresários e dependentes com Cartão Sesc/Senac e R$ 20 público em geral.

Sinopse: Marpe Facó, minha mãe, foi diagnosticada com um tumor cerebral que a levou ao óbito, cem dias após o seu diagnóstico. Não me atendo a uma realidade documental, escrevi o texto, baseado num processo de criação que denominei "A Síntese do Relevante". A peça dá voz à personagem Marta que, perdendo suas faculdades, começa a expandir sua consciência a limites inesperados. A partir do processo solitário de escrita, apresentei-me em dois festivais e, já nessa fase, pude trocar com o público sobre essa experiência. Foi depois dessas apresentações que convidei esse coletivo de artistas que tanto admiro. São pessoas que atravessam as obras em que se envolvem. Depois da Marpe, já perdemos alguns amigos para a mesma doença. Há, sim, o desejo por entender como lidamos com esses momentos e a crença de que Marpe tinha uma visão de mundo relevante. Mas a peça não é mais só sobre ela. É sobre todas essas pessoas. E sobre quem a assiste também.

 

Salina (a última vértebra)

Amok Teatro / RJ

Teatro adulto

Classificação etária: 12 anos

Duração: 3h40 (incluindo um intervalo de 20 min)

Datas: 20 e 21/05

Local: Teatro Renascença (Av. Erico Veríssimo, 307)

Horário: 19h

Ingressos: R$ 10 comerciários e dependentes com Cartão Sesc/Senac, estudantes, classe artística e maiores de 60 anos, R$ 15 empresários e dependentes com Cartão Sesc/Senac e R$ 20 público em geral.

Sinopse: Salina conta a saga da personagem que dá nome ao espetáculo. Casada à força e violada por seu marido, ela dá à luz Mumuyê Djimba, um filho que ela detesta tanto quanto o pai. Acusada de deixar o esposo morrer agonizante num campo de batalha, Salina é banida de sua cidade. Exilada no deserto, ela alimenta seu desejo de vingança. Da sua ira, nasce Kwane, que trava uma guerra com seu irmão, Djimba, até que uma reviravolta surpreendente acontece no destino de Salina.

 

O Casal Palavrakis

ATO Cia. Cênica / RS

Teatro Adulto

Classificação etária: 16 anos

Duração: 70min

Data: 20 e 21/05

Local: Sala Álvaro Moreyra (Av. Erico Veríssimo, 307)

Horário: 19h

Ingressos: R$ 10 comerciários e dependentes com Cartão Sesc/Senac, R$ 15 estudantes e maiores de 60 anos e R$ 30 público em geral (Aquisição de ingressos no local, a partir de 1h de antecedência).

Sinopse: É possível não repetirmos os erros cometidos por nossos pais? Em que medida somos hoje resultado das nossas vivências da infância? Através de uma narrativa fragmentada, que avança e recua no tempo, uma voz em off tece e destece a trajetória de Elsa e Mateo Palavrakis, jovem casal que, enquanto tenta vencer um concurso de dança, precisa lidar com a responsabilidade do nascimento de sua primeira filha. Mais uma vez a Ato Cia. Cênica investe na experimentação cênica e na investigação da linguagem audiovisual no teatro, dessa vez mergulhando na poética da dramaturga espanhola Angélica Liddell, que destrincha e expõe até o osso temas como a violência doméstica e o abuso infantil, e se constrói sobre a mais dilacerante das denúncias: a da decadência da própria condição humana.

 

Ruína de Anjos

A Outra Companhia de Teatro / BA

Teatro / Rua

Classificação etária: 16 anos

Duração: 75min

Data: 21/05

Local: saída do Teatro Sesc Centro (Av. Alberto Bins, 665)

Horário: 18h

Entrada franca

** Retirada de senhas a partir das 17h, no local, para assistir ao ato final no espetáculo

 

Sinopse: Num misto de teatro de rua, intervenção urbana e performance, o espetáculo tem como mote a reabertura de um cinema de bairro e a esperança de renovação que ela traz para aquele lugar, que no passado viu um apogeu e hoje vivencia um abandono. Tal qual a vida dos personagens condutores da narrativa itinerante, que perderam a luz que um dia tiveram: uma travesti, um vendedor de café, um pastor traficante, um burguês homofóbico, uma moradora de rua catadora de lixo e uma artista de rua. O espetáculo que se dá na dinâmica do trânsito e da noite do centro da cidade grande, conduz o público a enxergar situações que atravessam discussões sobre violência, marginalidade, tráfico de drogas, invisibilidade social, comercialização da fé e gênero.

 

 

 

Categoria: CULTURA

 

 

 
 
Entre os destaques está a peça “Salina (a última vértebra)” (Crédito: Andreia Teixeira)
Compartilhe |